COMO MOTIVAR PESSOAS EM TEMPOS DIFÍCEIS

O que toda empresa, instituição pública, escola ou qualquer tipo de organização mais deseja saber é como motivar pessoas, especialmente em tempos difíceis.

É o desafio universal, que em qualquer época, figura na lista de preocupações daqueles que respondem diretamente pelos resultados de um time.

Nas fases em que um país entra em recessão, ou mesmo diante de uma crise setorial, o desafio se torna ainda mais intenso, já que há queda nas vendas e nos bons resultados dos negócios.

Não preciso dizer que os reflexos de tudo isso, também atinge diretamente o ser humano.

Tempos de recessão se tornam a hora da verdade. A dor de não saber motivar pessoas fica muito latente.

A sensação de impotência, “de travamento” das empresas no quesito motivação das pessoas, se dá porque poucos estão preparados para lidar com cenários realmente turbulentos.

Com isso, o cotidiano de diretores, gerentes e supervisores vira “um inferno”, já que a responsabilidade pelos resultados é cobrada diretamente deles.

Falar o óbvio às vezes é necessário.

Por isso, preciso dizer que nessas horas, paciência, estratégia, um pouco de colaboração e atenção é que tornará possível “dar a volta por cima”.

ANTES DE CONTINUAR VEJA UM RESUMO DO ARTIGO [MAPA MENTAL]

Antes de continuar a leitura do artigo e saber (na prática), como motivar as pessoas em tempos difíceis veja este resumo em forma de mapa mental, que eu e minha equipe preparamos para você visualizar todo o conteúdo e já ter uma visão geral do que vou explicar detalhadamente.

Você também poderá baixá-lo na versão em PDF no final deste artigo, para utilizar no seu dia-a-dia:

Resumo do artigo como motivar pessoas em tempos difíceis

Para que você possa realmente compreender como motivar pessoas em tempos difíceis é preciso agir colocando em prática 3 grandes ações:

1 – Acionar as âncoras da motivação no ambiente de trabalho

2 – Integrar o grupo em torno do valor que a empresa tem

3 – Ativar os 3 princípios do trabalho em Equipe de forma simples e rápida

Antes de desenvolver estas 3 ações, deixe-me citar alguns fatos reais que têm influenciado o clima das empresas e das pessoas.

Eles mostram as consequências de vários problemas da atualidade.

OS FATOS DA ECONOMIA E A MOTIVAÇÃO NAS EMPRESAS

Seta para baixo indicando que a economia e a motivação nas empresas vai mal

O Brasil está sendo “castigado” pela recessão e provavelmente sua empresa e até você mesmo pode estar sentindo os efeitos disso também.

Não há como negar que algo está muito errado, já que os sinais são claros, inclusive influenciando o nível de motivação nas empresas.

Alguns destes sinais:

  • R$50,00 (cinquenta reais) já não compram “mais nada” no supermercado;
  • Os preços de simples mercadorias que necessitamos para sobreviver sofreram aumentos assustadores, sem falar dos produtos importados que dobraram ou triplicaram de preço;
  • Demissões em massa continuam sendo notícia e fato na TV e nos círculos de amizade;
  • A inflação brasileira cedeu um pouco em dezembro de 2015 (veja tabela aqui), mas continua sendo uma preocupação para 2016 e provavelmente para o ano de 2017 também;
  • As pessoas estão inseguras com seus empregos e com medo do que pode acontecer daqui em diante;
  • Mesmo com a injeção de dinheiro na economia para incentivar o crédito por meio do FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (veja notícia aqui), a expectativa ainda é de crescimento muito baixo em 2016.

Ninguém imaginava que o país, a economia, o índice de confiança do consumidor e da sociedade como um todo chegariam a este ponto.

Além disso, o mercado internacional também está sendo um desafio para o Brasil, especialmente o aumento dos juros nos Estados Unidos e a situação delicada da China.

Por mais que pareça estranho, manter a calma é o primeiro passo para buscar melhorias e compreender como motivar funcionários no trabalho.

Então vamos ao que interessa.

COMO MOTIVAR PESSOAS COM 3 AÇÕES

Agora vou explicar e citar exemplos que você já pode utilizar para realizar as 3 ações para motivar as pessoas e iniciar uma mudança no seu ambiente de trabalho:

1 – Acionar as âncoras da motivação no ambiente de trabalho

A âncora simboliza a força para saber como motivar uma equipe de trabalho

Primeiro vamos definir o que quero dizer com âncoras.

O que é uma âncora?

No sentido estrito da palavra é aquele gancho pesado usado nos navios para criar um “porto seguro” ou uma “terra firme” e assim posicionar a embarcação com estabilidade.

Da mesma forma nós seres humanos temos “âncoras”.

Na tarefa descobrir como motivar uma equipe de trabalho, tais âncoras podem ser emocionais, técnicas ou sociais.

 

  • Âncoras emocionais:

Âncoras Emocionais são práticas que trazem à tona emoções positivas, que fortalecem o individuo e consequentemente o grupo.

O simples fato das pessoas terem a oportunidade de quebrar a rotina e refletir sobre aspectos positivos de sua vida provoca esta vivência de emoções e consequente motivação na empresa.

Algumas sugestões práticas:

  • Realizar uma interação circular da Equipe, onde cada um deve refletir sobre um fato positivo que marcou sua vida e compartilhar esse fato com o grupo. Pode parecer “besteira”, mas não é. A psicologia positiva é um ramo das ciências humanas que mostra a importância da positividade, da gratidão e da esperança que de uma forma ou de outra temos (se você ainda não ouviu falar sobre psicologia positiva recomendo a leitura dessa pequena explicação). Recomendo também a leitura desse livro aqui escrito por Claudemir Oliveira, a quem sou muito grato por ter me influenciado com sua história de vida e de vitórias. Claudemir é hoje um dos maiores especialistas em psicologia positiva do mundo;
  • Momentos de meditação focados em vivenciar o presente. Isso mesmo. Conseguir viver o presente. É incrível, mas um fantasma perverso que desmotiva as pessoas é o que chamo de “ansiedade morna”, que é a ansiedade despercebida que afeta milhares de pessoas, especialmente aquelas que além do trabalho têm muitas outras coisas para administrar. Assim acabam por não administrar nada. Opa! Sentiu algo aí?
  • Fazer uma lista de motivos que cada um tem para agradecer, independente do momento presente. Isso porque somos compulsivos teimosos, enganados por nossa própria mente. Seres humanos só valorizam o que tinham (sem aspas mesmo) depois que perdem. A gratidão é a virtude mais negligenciada pelo cidadão moderno, pois ele está sempre na “correria” e nem se lembra disso;
  • Criar recompensas por resultado. Pense comigo caro (a) leitor (a). Quem dá resultado ou supera metas merece recompensa. Em seu clássico livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Dale Carnegie enfatiza que o desejo mais intenso e profundo de qualquer ser humano é sentir-se importante, valorizado (a). Santa verdade! Não só no ambiente de trabalho, mas em tudo. No fundo, toda motivação humana se baseia essencialmente nisso. Nos relacionamentos sociais, nas relações entre pais e filhos, nas amizades, nas confraternizações, nos eventos, nas premiações, na vida… O ser humano anseia intensamente por um “carimbo” de reconhecimento e relevância. Por isso, seja recompensa em dinheiro ou outra forma de recompensa é certo que ela será bem vinda.

 

Âncoras técnicas:

Para acionar as âncoras técnicas é preciso acionar:

  • As competências técnicas que nossa equipe já domina;
  • As pessoas que têm mais conhecimento e experiência, nos fundamentos técnicos dos processos mais estratégicos do nosso negócio/instituição;

A identificação destas três variáveis pode ser feita numa planilha ou usando um mapa mental.

Se for usar planilha, um simples Excel resolve.

Se for usar mapa mental recomendo este aqui (online e gratuito) ou este aqui (tem versão gratuita também online).

Assim que estas 3 variáveis estiverem identificadas, monte um plano de ação. Você pode chamá-lo de plano de crise, plano de emergência ou como quiser.

O que importa é que a equipe esteja focada no que vai ajudar a lidar com dificuldades com total lucidez.

Você pode usar o modelo 5W2H para fazer o plano de ação.

Se quiser um modelo que você pode adaptar para a sua empresa clique no botão abaixo para baixar (colocar em prática é o mais importante):

 

Âncoras sociais:

Âncoras sociais são elementos que injetam aspectos positivos no relacionamento entre as pessoas.

Em tempos de corte de custos é bom que estes elementos tenham custo baixo ou quase zero.

Isso fará você aprender muito sobre motivação em equipe.

Algumas sugestões:

  • Almoço em conjunto;
  • Meditação em conjunto;
  • Chamar pessoas para participar de reuniões que antes não participavam;
  • Solicitar a opinião de pessoas que tenham um mínimo de competência em questões estratégicas ou semi-estratégicas;
  • Promover mais aproximação entre pessoas com posições de liderança e sua equipe;
  • Promover momentos de diálogo e reflexão acerca de um tema que não seja ligado ao trabalho (qualidade de vida, criação de filhos, atividade física, etc.)

O que motiva as pessoas no trabalho não é só o salário, ou somente a convivência ou qualquer outro parâmetro isolado. Mas é certo que estas âncoras sociais têm um peso significativo, já que passamos boa parte do nosso tempo trabalhando.

2 – Integrar o grupo em torno do valor que a empresa tem

 

Aqui temos algo que merece atenção:

Em um momento de crise, há milhares de pessoas desempregadas no país. Muitas acabaram de perder seus empregos e outras há anos buscam uma oportunidade.

No início de 2015, as projeções já apontavam para uma elevação do desemprego (veja notícia publicada no site da BBC) até mesmo nas notícias internacionais.

Para 2016, as projeções não são otimistas, apontando um aumento de 10% na decadência dos postos de trabalho (veja notícia aqui).

Voltando ao nosso raciocínio, qual é a “moral da história” disso?

De que forma isso se relaciona ao como motivar sua equipe?

Muitas pessoas almejam conquistar oportunidades cada vez melhores na vida e isso é excelente.

Mas também é excelente quando alguém sabe o valor do trabalho que tem e o quanto isso é significativo.

Faça na sua empresa uma reflexão com o grupo, em um momento de confraternização e reflexão sobre o valor do trabalho, o valor da oportunidade, o valor do esforço e o valor da ambição também.

Motivação vem do que nos move e certamente as oportunidades de trabalho fazem um papel crucial na vida humana.

3 – Ativar os 3 princípios do trabalho em Equipe de forma simples e rápida:

Vários aviões juntos referindo à importância da equipe para motivar pessoas

Princípio 1 – Lugar de competição é lá fora

Principalmente em situações tensas, se uma equipe tem competição interna pode saber que uma hora “a casa cai”.

A competição existe no mercado.

É lá que ela deve continuar.

Equipes em que os membros competem entre si no sentido destrutivo da palavra, não evoluem.

Motivar equipe com competição interna é o mesmo que “dar murro em ponta de faca”.

Princípio 2Método traz sucesso

Sabe por que o primeiro mundo é primeiro mundo? Porque eles criam e executam métodos. Patético? Pois é. A cultura brasileira não tem em sua raiz os métodos.

Já ouvi muitas críticas aos métodos e técnicas de motivação no trabalho.

Crenças do tipo “isso é muito quadrado”, “prefiro trabalhar do meu jeito” e outras desculpas para não seguir um processo, uma sequência que já foi testada e aplicada por milhares de pessoas e empresas, que provaram que “a coisa” funciona.

Além disso, é preciso que tenhamos os métodos em nossa cultura. Vá aos países de primeiro mundo e peça um sanduíche. Volte no dia seguinte e peça novamente. Você notará um padrão no produto e no serviço. Coisa que não é muito comum aqui no país, salvo as exceções. Como motivar alguém a comprar sem um padrão de qualidade e um genuíno interesse de servir?

Princípio 3 – Em situações de desespero a calma é o maior aliado

Esse princípio é velho e universal. Se tem uma coisa que não adianta nos momentos difíceis é querer “passar o carro na frente dos bois”.

Para dar a volta por cima é preciso pensar e planejar.

É claro que ninguém faz isso com ansiedade, descontrole e sem planejamento.

Talvez seja a coisa mais óbvia e mais importante que importa nos momentos difíceis.

A mais difícil de praticar também, fato.

Mas tem que ser.

O que motiva pessoas também está ligado ao modo como o grupo lida com o stress.

O líder motivador domina a arte da calma nos momentos de desespero.

Antes de ler a conclusão baixe o resumo do artigo na versão em PDF para utilizar no seu dia-a-dia:

CONCLUINDO

Perceba você que motivação para trabalhar é uma arte-ciência.

Possível de aprender.

Possível de praticar.

Sigamos adiante mantendo o foco no destino, mas sem perder as oportunidades de aprendizagem e crescimento da caminhada.

Um passo de cada vez faz muito bem e querendo ou não é o que funciona com ou sem crise.

Prepare-se para agir e parta para a ação.

Na origem da palavra que mais interessa (motivação) está um ato, um movimento, uma vontade, um desejo.

Ação é o que nos motiva a retroalimentar o processo de viver, de se automotivar e de influenciar a todos que precisam de orientação.

Seguindo estes princípios certamente você saberá como motivar uma equipe na prática, no seu dia-a-dia.

Sucesso!

 

 

3 Comentários

  1. Avatar

    Interessante artigo. Vai me ajudar na prática a motivar pessoas. Precisava de dicas assim.

    Responder
  2. Avatar

    Excelente texto!! Um dos melhores que já li sobre o assunto. Parabéns Daniel Bizon!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *