NÃO ENTRE EM GUERRA DE PREÇO

Em qualquer negócio há uma força chamada erosão de valor.

É uma tendência inevitável que corrói o valor dos negócios mais cedo ou mais tarde.

Há negócios que permanecem imunes a esta tendência por décadas.

Mas isso não é a regra.

É exceção.

Todo mundo quer comprar barato, lógico.

E por isso, o mercado tende a induzir empresas a competir somente por preço.

Um paradoxo enorme num mercado em que o desafio é exatamente conseguir entregar mais valor.

Pouca gente toca nesse assunto essencial para a área de vendas, especialmente para empresas que vendem produtos realmente diferenciados, com alto valor agregado.

A MELHOR DAS DICAS DE VENDAS

Dicas de vendas há muitas, mas vou falar de uma que é elementar, essencial.

Saber como vender no século XXI é uma competência que começa com o fundamento de não entrar em guerra de preço.

Veja outras dicas de vendas no meu artigo como vender no século XXI.

Você precisa unir estratégia, vendas e atendimento para não se tornar mais um mestre em como perder clientes do jeito certo.

Do contrário a empresa além de perder venda, perde clientes.

Guerra de preço não é boa pra ninguém.

Sua empresa perde, o concorrente perde, o cliente perde.

O mercado pressiona dizendo que seu concorrente está oferecendo um preço 10% mais baixo que o seu.

Você oferece 5% a menos.

Um terceiro concorrente diminui o preço mais 5%.

Entra um quarto elemento na jogada que dá 50% de desconto.

Só que como diz o ditado “quando a esmola é muita o santo desconfia”.

Todo comprador profissional sabe disso, por mais que sejam instruídos para pressionar o preço para baixo.

Ao entrar em guerras de preço, muita gente esquece que o preço é o único componente do mix de marketing que traz dinheiro para a empresa.

Se uma empresa começa a dar desconto demais, até o comprador mais instruído começa a desconfiar.

Resultado: em guerra de preço a empresa supostamente “vencedora” ganhou o negócio naquele momento.

Mas cedo ou tarde, o cliente descobre que a qualidade não é bem aquilo que ele esperava ou a garantia não é bem assim como se tinha imaginado.

Um desconto impraticável foi dado e isso baixou o preço médio do mercado.

Só que qualidade custa, pois vem de investimento.

Atendimento custa, pois vem de treinamento, eficiência, resposta, vontade e garra.

Enfim, todo mundo perdeu.

Muito provavelmente essa empresa não conseguirá voltar ao preço de origem que devia ter sido justificado e não destruído.

O cliente perdeu, sua empresa perdeu e o concorrente que cedeu perdeu a perenidade do negócio em longo prazo.

Faça bons negócios e entregue valor.

NÃO ENTRE EM GUERRA DE PREÇO

Não entre em guerra de preço.

Estou seguro de que é uma das dicas de vendas mais importantes para qualquer negócio.

Se seu preço é baixo porque você tem uma estratégia de preço baixo é diferente.

Mas se você tem produtos e serviços realmente bons e diferenciados tenha um preço coerente com sua oferta.

Ofereça descontos quando eles fizerem sentido para você e para o cliente.

Quando a esmola é muita algo está errado.

Pode apostar.

Imagem de www.sxc.hu

6 Comentários

  1. Avatar

    Concordo com tudo que foi dito neste artigo. Bastante interessante. Seria muito se todos pensassem assim. Porque se hoje o mercado esta fraco e os comerciantes reclamam e abaixam os preços para não perder clientes é porque falta grandes estratégias na empresa.

    Responder
  2. Avatar

    Concordo plenamente, guerra de preço so tras perdas, hoje o cliente busca qualidade, praticidade conforto varias empresas nao ve o mundo transformando e ano se atualiza conforme pede o mercado !

    Responder
  3. Avatar

    Vivemos em um cenário muito competitivo,onde a indústria se sente pressionada e diretamente atinge o mercado como todo. Infelizmente existem a concorrência desleal onde o preço fica posicionado muito das vezes como o item principal do oportunismo para grande maioria, acarretando perdas e a recuperação do mercado. Guerra de preço sinômino de prejuízo pra todos.

    Responder
  4. Avatar

    gostei muito das dicas sobre preços,concordo com quas tudo, mas o mais importante e voce analizar bem o seu negocio . como ponto estrategico e atendimento, qualidade, hegiene,treinamentos aos colaboradores,ouvir seus clientes,e lhe dar um retorno.preço todos querem mas voce tem que mudar esta mentalidade do cliente. porque fornecedor ja nao aguenta mais esta presao dos empressarios pedindo desconto.e voce coloca o cliente mau acostumado e vai atrair aqueles mais pexicheiros. o maior problema e que voce comece a mudar marcas para abaixar preço e com isto voce perde outros cliente melhores aqsitivos. guerra de preços ja mais

    Responder
  5. Avatar

    Muito bom gostei,me ajudou muito.Isso ai em épocas de crise precisamos de estrategias,vendas,e atendimento para não perder clientes.Guerra de preços nunca.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *